segunda-feira, 21 de junho de 2010

Egito Antigo - Parte 3 - Arte e Arquitetura



As pirâmides


A função das pirâmides era guardar o corpo e os objetos pessoais do mumificado pela eternidade, para isso elas eram muito bem construídas e trabalhadas para durarem tanto tempo. Uma curiosidade sobre as pirâmides é que elas estão na mesma posição que o cinturão de hórus.

A esfinge


Embora não se saiba muito sobre ela, estudos dizem que essa mistura de um leão com um homem que tem a função de proteger as pirâmides de qualquer ameaça.



















A Arte Egípcia


A arte egípcia surgiu a mais de 3000 anos AC, mas é entre 1560 e 1309 AC que a pintura Egípcia se destaca em procurar refletir os movimentos dos corpos e por apresentar preocupação com a delicadeza das formas.
Os egípcios ao esculpir e pintar tinham o propósito de relatar os acontecimentos de sua época, as histórias dos Faraós, deuses do seu povo em menor escala, já que as pessoas não podiam ser representadas ao lado de deuses e nem dentro de templs. Provavelmente eles não tiveram intenção de nos deixar a ''arte'' de seus criadores.

























As características gerais da arquitetura egípcia são
:

- solidez e durabilidade
;

- sentimento de eternidade; e - aspecto misterioso e impenetrável

Os valores dos egípcios eram eternos e estáveis. Suas leis perduraram cerca de 6000 anos. O faraó representava junto aos deuses e os deuses junto aos homens, assim como era responsável pelo bem-estar do povo, sendo considerado também como um próprio Deus.









A arte e a arquitetura do Egito

Edifícios, pinturas, esculturas e artes aplicadas do antigo Egito, da pré-história à conquista romana no ano 30 AC
A história do Egito foi a mais longa de todas, as civilizações antigas que floresceram em torno do mediterrâneo, estendendo-se, quase sem interrupção, desde aproximadamente o ano 3000 AC até o século IV DC.
As pirâmides tinham base quadrangular, eram feitas com pedras que pesavam cerca de vinte toneladas e mediam dez metros de largura além de serem admiravelmente lapidadas. A porta da frente da pirâmide voltava-se para a estrela polar a dim de que seu influzo se concentrasse sobre a múmia. O interior era um verdadeiro labirinto que ia das na câmara funerária local onde estava a múmia do farao e seus pertences.
Queóps é a maior das três pirâmides, tinha originalmente 146 metros de altura, um prédio de 48 andares. Nove metros já desapareceram, graças principalmente à ação corrosiva da poluição vinda do Cairo. Para erguê-la, foram precisos cerca de 2 milhões de blocos de pedras e o trabalho de em mil homens, durante 20 anos.
Todas as manifestações artísticas estiveram basicamente a serviço do estado, da religião e do faraó, considerado como um deus sobre a terra. Desde os primeiros tempo, a crença numa vida após a morte ditou a norma de enterrar os corpos com seus melhores pertences para assegurar seu trânsito na eternidade.


Tipos de colunas dos templos egípcios são divididas conforme seu capitel:

















- Palmiforme -
flores de palmeira
- Papiforme - flores de pairo
- Loliforme - flor de lótus

A regularidade dos ciclos naturais, o crescimento e a inundação anual do rio Nilo, a sucessão das estações e o curso solar provocava o dia e a noite, que foram considerados como presentes dos deuses às pessoas do Egito. O pensamento, a cultura e a moral egípcia era baseada num profundo respeitro pela ordem e pelo equilíbrio. A arte pretendia ser útil, não se falava em peças ou obras belas, e sim em eficazes ou eficientes.




Espero que estes posts tenham sido de alguma utilidade, seja para um trabalho de aula, ou apenas por diversão. Obrigada.




1 comentários:

Anônimo disse...

foi muito util para meu trabalho de aula, valeu obrigado. Iara de Arroio do Sal, Rio rande do Sul.

Postar um comentário